#7. O cérebro explica: TRABALHANDO OUVINDO música clássica VS rock n' roll.

03. Proporções áureas e análogos multi sensoriais!
ANÁLISE 5a SINFONIA DE BEETHOVEM.

Essa música embora clássica, possui muitas variações passeando entre notas "altas(1)" e "baixas(2)", além de "atenuar frequências(3)", criando momentos específicos para essas variações.

Embora as variações causem momentos bem distintos na sinfonia, as frequências são "harmônicas(4)" e preenchidas pela maior ou menor "intensidade de som(5)".

O meu cérebro* respondeu quase que instantaneamente as variações de comentadas causando momentos bem distintos.

O Foco por exemplo começou alto e durante a sinfonia foi caindo, tendo picos nos momentos de notas "altas, maiores frequências e intensidade".

O Enganjamento e o Relaxamento andaram juntos e já foi ao contrário do Foco. Começou mais baixo e posteriormente aumentou muito e no momento de menor "intensidade de som" caiu bastante.

O Interesse ficou se revezando com o relaxamento e nos momentos finais (o mais veloz, porém com menos "notas altas") emparelhou levemente. Resumindo, o Interesse começou baixo e terminou alto.

A Excitação foi média, tendo picos altos na primeira metada da sinfonia e se mantendo na média em todo o resto do tempo.

mapa de posicionamento - dnahub - neurodesign
ANÁLISE ERA - AMENO.

Essa música se enquadra no estilo Neoclássico, possui poucas variações entre notas "altas" e "baixas", boa parte da música é de "frequências mais tênues", criando momentos de frequências menos tênues nos refrões e últimos momentos da música que possuem mais "intensidade de som".

Enganjamento, Foco, Relaxamento e Excitação se mantiveram medianas e andaram praticamente juntas o tempo inteiro, com alguns picos de Relaxamento.

Stress baixo e o Interesse se manteve mais alto que a média na maior parte do tempo.
proporções áureas - dnahub - neurodesign
ANÁLISE FOO FIGHTERS E SISTEM OS A DOWN.

A metade da leitura se refere à música Hero do Foo Fighters e a segunda metade à música Chop Suey do System of a Down.

Foo Fighters. Hero:

Essa música embora seja do estilo Rock, é uma música mais tranquila e possui poucas variações entre notas "altas" e "baixas", criando um ritmo contínuo entre "frequências mais e menos tênues", se acentuando ainda mais nos refrões e últimos momentos da música que possuem mais "intensidade de som".

Enganjamento e Interesse se mantiveram acima da média o tempo inteiro tendo picos nos refrões.

Relaxamento mediano e para baixo com picos de baixos de Stress que se manteve o tempo todo a baixo da média.

Foco médio o tempo inteiro assim como a excitação.

System of a Down. Chop Suey:

Essa música é o estilo Rock Pesado, é uma música muito mais "intensa" e possui poucas variações entre notas "altas" e "baixas", mas quando cria essa variação é como se fosse outra música bem mais "tênue" criando um ritmo contínuo nas "frequências mais tênues" e o mesmo quando utiliza "frequências mais tênues". Resumindo: Notas altas e menos tênues durante toda a música, com períodos contrários antes dos refrões.

Enganjamento, Interesse, Stress e Excitação se mantiveram altos.

Relaxamento mediano e Foco Baixo.


CONCLUSÃO

As músicas mais "calmas" como Hero e Ameno mantiveram maior o "meu" foco durante toda a música, diferente das músicas mais "agitadas" como a 5a Sinfonia e Chop Suey.


Estas músicas me deixaram mais excitado e engajado e por incrível que pareça mais relaxado (vai entender), já as músicas mais calmas foram favoráveis ao Foco.

Como eu tenho pequeno grau de TDAH e Hiperatividade, pode ser que as músicas tranquilas me deixem mais estressado pois tem menos estímulos para o cérebro e talvez ele queira mais, embora tenha sido favorável ao FOCO (por tanto melhor para trabalhar).

E Você? Prefere mais ou menos estímulos?
construção das proporções áureas - dnahub - neurodesign
OBS: Você percebeu um erro na imagem da análise do Rock? Não. Na leitura do System of a Down, excitação ALTS. Se você não reparou, pode ser que esteja excitado(a) e ou engajado(a) se gostar muito do conteúdo. Se você não gostou, talvez tenha lido muito rápido para acabar logo.

De qualquer maneira, seu cérebro abstraiu essa informação para priorizar o geral. Se você viu esse erro, pode ser que esteja com mais atenção aos detalhes o quê não identifica maior ou menor interesse, somente atenção que pode ser um referencial de gênero (mulheres tendem a prestar mais atenção à detalhes e homens tendem a ser mais práticos, mais não é com todo mundo, somente no geral e independe de cultura e nacionalidade).
Escreva-se aqui e não perca nenhuma novidade!
Insira seu e-mail abaixo para receber nossas novidades
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Sensorializações do Neurobranding
Neurodesign e Neurobranding
Título do Vídeo
Dnahub - Neuromarcas - 3. Proporções áureas e análogos multisensoriais.
Neurolinguística
Dnahub - Neuromarcas - 1. entenda o mercado consumidor
Mapa do seu plano de Lançamento

Os SEGREDOS das NEUROCIÊNCIAS para potencialização de MARCAS

NEUROMARCAS | O guia definitivo

​​Fruto de mais de 13 anos pesquisas e mais de 10 anos de empresa focada no Neurobusiness. 
Através dessa metodologia já foram desenvolvidos milhares de projetos para centenas de empresas no Brasil e Exterior.